2 minutos de leitura

Atualmente as franquias são vistas por muitos como a oportunidade de ter seu próprio negócio. Um sinal disso é que, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF)[1], o faturamento do setor de franquias está em plena ascensão, contrariando o desfavorável cenário econômico atual.

Mas você sabe o que é uma franquia?

Uma franquia ou franchising funciona como um sistema de licenciamento do direito de uso de um modelo de negócio, marca, patente, infraestrutura e know-how da empresa franqueadora pelos franqueados.

Nessa relação, concebida mediante contrato de franquia, o franqueador é proprietário da marca e o fraqueado é o autorizado a explorar a marca mediante o pagamento de parte do faturamento por meio de royalties.

Franquias podem nascer de grandes ou pequenas empresas e são uma forma de escalar seu negócio, alavancando os lucros da empresa. Isso é, as franquias fortalecem a marca no mercado, são uma forma a mais de rendimento para o franqueador e um ótimo investimento para o franqueado. Quando bem executado, todos ganham nesse modo de negócio.

E qual a relação entre franquia e registro de marca?

Conforme esclarecido anteriormente, o modelo de franquia se baseia no licenciamento do direito de exploração da marca para o franqueado. E, para que esse licenciamento seja possível, é fundamental que o franqueador seja o titular dos direitos da marca. Assim, é imprescindível que a marca esteja registrada para que haja a negociação de uma franquia.

A necessidade do registro de marca para franquias está prevista no inciso XII do art. 3º da Lei 8.955[2] no qual é determinado que no contrato de franquia conste a situação da marca junto ao INPI – Instituto Nacional da Propriedade Intelectual. Por isso, o registro das marcas que serão franqueadas não se trata de mera formalidade, mas de uma obrigação legal.

Caso possua uma empresa e queira expandir seus negócios aumentando a rentabilidade, registre sua marca para possibilitar a disponibilização de franquias. O registro transmite ao mercado maturidade e segurança, além da noção de exclusividade, atraindo mais investidores.

Agora que você já sabe a importância do registro de marca para franquias, entre em contato conosco e evite prejuízos!

[1] https://www.abf.com.br/setor-de-franquias-cresce-51-no-1o-tri-de-2018/
[2] http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8955.htm
Sobre o Autor

ARTIGOS RELACIONADOS

Que tipo de marca é o ideal para a minha empresa?

Segundo o INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial), uma marca é um sinal distintivo cujas funções principais são identificar a origem e distinguir produtos ou serviços de outros idênticos, semelhantes ou afins de origem diversa. Ou seja, a sua marca é o que faz com que o cliente diferencie os seus produtos e serviços de outros, associando determinadas […]

Faça seu registro de marca e comece a faturar como youtuber!

A era digital tem provado trazer não apenas grandes inovações, como também diversas oportunidades de trabalho. Prova disso é o surgimento da atividade de youtuber, realizada por milhões de pessoas ao redor do mundo. Esta galera têm, através de seu sucesso nas redes sociais, conseguido faturar muito e fazer dessas atividades uma profissão e sustento […]

Está no Instagram? Atenção ao registro de sua marca, influencer!

Conquistar seguidores no Instagram e fazer sucesso como influencer é uma forma de trabalho super atual e que gera diversas oportunidades de ganho monetário. O Instagram é a terceira rede social com mais usuários no mundo, contando com 1,22 bilhão de usuários, sendo que 500 milhões de pessoas acessam a rede social todos os dias. […]

envelopephone-handset linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram