4 minutos de leitura

Uma marca é um símbolo que identifica um produto ou serviço e é capaz de distingui-los de produtos/serviços de outras empresas. Indo um pouco mais além, uma marca é capaz de criar um vínculo emocional com os consumidores, despertando um sentimento de lealdade e confiança. Em suma, a marca é a alma de sua empresa, deve expressar quais valores você quer transmitir aos clientes e sua proteção é fundamental.

Pensando no âmbito de startups e pequenas empresas, esse vínculo emocional é um ponto chave para o sucesso do negócio. Por ainda serem desconhecidas no mercado, criar uma marca com boa reputação e confiável gera o chamado ‘marketing boca-a-boca’, ou seja, seus clientes serão uma grande força de divulgação e um canal de vendas altamente eficaz. Um ótimo exemplo é o Nubank, que criou uma marca tão forte que eles praticamente não precisaram investir em marketing pois o crescimento ocorreu devido ao boca-a-boca.

Além do aspecto de mercado, o registro de marcas é um fator chave na busca por investimentos, algo muito comum em empresas nascentes. O registro é uma forma de mostrar para os investidores o quanto você acredita em sua empresa e está comprometido para fazê-la prosperar.

MAS ACABEI DE ABRIR A EMPRESA... PRECISO MESMO REGISTRAR MINHAS MARCAS?

Pois bem, essa dúvida é muito comum entre empreendedores e pode levar ao sucesso ou não do seu negócio. Além, a proteção de marca gera custos, que nem sempre foram previstos.

O primeiro ponto que se costuma comentar é o valor para registrar uma marca. Começar um negócio já requer um grande aporte financeiro dos fundadores e registrar a marca seria um gasto a mais. Mas aí que entra o ponto principal: os custos de registro não são muito altos, mesmo contando com a ajuda de profissionais muito experientes. Além disso, uma marca registrada vale pelos próximos 10 anos, ou seja, é um investimento que trará frutos por muitos anos.

Outro ponto muito discutido é a demora do processo e as chances da startup nem existir mais quando o resultado do registro for divulgado. Bem, se você acredita que seu negócio não existirá daqui 2 ou 3 anos creio que tem algo errado... Criar uma startup é sim um grande risco, logo ter o registro de sua marca é uma maneira de diminuir tal risco visto que você estará protegido da concorrência desleal, terá segurança jurídica e muitas outras vantagens. Esse post fala mais sobre esse assunto.

MARCAS REGISTRADAS E INVESTIMENTOS

Um assunto que vive em alta no mundo de startups é a famigerada BUSCA POR INVESTIDORES para colocarem dinheiro em sua empresa para ajuda-la a crescer. Apenas ter um bom produto/serviço nem sempre é suficiente para conseguir um investimento. De acordo com um artigo publicado pela Forbes, a Propriedade Intelectual, incluindo marcas, é um dos fatores chave para um investidor escolher se vai ou não investir na empresa.

Além da proteção jurídica em si, ter uma marca registrada significa que os empreendedores acreditam no futuro de seus negócios, o que traz uma segurança maior para os investidores. Outro ponto de destaque é que os ativos intangíveis, como a propriedade intelectual, podem corresponder a até 90% do valor do negócio! Ou seja, durante o processo de valuation de sua empresa, ter suas marcas e patentes registradas pode aumentar o valor total da negociação.

QUANDO REGISTRAR MINHA MARCA?

Os benefícios de se registrar uma marca são vários, porém há momentos ideais para fazê-lo. É muito comum mudar várias vezes o nome de um produto/serviço, especialmente durante nos primeiros meses de empresa. Logo, o momento ideal é quando você já decidiu o nome oficial e está começando a fazer investimentos na divulgação. É crucial já ter feito o pedido de registro quando seu produto/serviço for disponibilizado no mercado. Vale lembrar que, caso sua empresa tenha vários produtos/serviços com nomes e/ou logos diferentes, é preciso registrar uma marca para cada.

A proteção de marca pode ser um processo simples, desde que feito da maneira correta. Para isso, existem empresas especializadas e com preço acessível para startups que podem te ajudar nesse processo.

Ficou com alguma dúvida ou quer registrar suas marcas? Entre em contato conosco:

Sobre o Autor

ARTIGOS RELACIONADOS

Que tipo de marca é o ideal para a minha empresa?

Segundo o INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial), uma marca é um sinal distintivo cujas funções principais são identificar a origem e distinguir produtos ou serviços de outros idênticos, semelhantes ou afins de origem diversa. Ou seja, a sua marca é o que faz com que o cliente diferencie os seus produtos e serviços de outros, associando determinadas […]

Faça seu registro de marca e comece a faturar como youtuber!

A era digital tem provado trazer não apenas grandes inovações, como também diversas oportunidades de trabalho. Prova disso é o surgimento da atividade de youtuber, realizada por milhões de pessoas ao redor do mundo. Esta galera têm, através de seu sucesso nas redes sociais, conseguido faturar muito e fazer dessas atividades uma profissão e sustento […]

Está no Instagram? Atenção ao registro de sua marca, influencer!

Conquistar seguidores no Instagram e fazer sucesso como influencer é uma forma de trabalho super atual e que gera diversas oportunidades de ganho monetário. O Instagram é a terceira rede social com mais usuários no mundo, contando com 1,22 bilhão de usuários, sendo que 500 milhões de pessoas acessam a rede social todos os dias. […]

envelopephone-handset linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram